Nacional

Ministério das Comunicações diz que não faltam recursos para o Amazônia Conectada

Assunto foi discutido pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia

Billy Boss/Câmara dos Deputados

Representantes do Ministério das Comunicações informaram nesta quarta-feira (22) que não faltam recursos para suprir a falta de conectividade da banda larga na Amazônia. A pasta também vê a oportunidade de instalar wi-fi em 5,6 mil escolas na região. O tema foi debatido na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia da Câmara dos Deputados.

Os deputados pediram esclarecimentos sobre o projeto Amazônia Conectada, que tem o objetivo de levar rede de dados de alta velocidade ao leito do rio Amazonas, atendendo a 60 cidades e 10 milhões de pessoas.

Conforme o ministério, foi implantado neste ano o backbone, rede de transporte para a internet, entre Macapá (AP) e Santarém (PA) com 770 km de extensão e custo de R$ 94 milhões pagos com recursos da União.

Está previsto para março de 2023 a conclusão do trecho entre Santarém (PA) e Manaus (AM) com 920 km de extensão e custo de R$ 165 milhões a serem pagos com recursos do edital de 4G.

Os demais trechos serão executados com dinheiro do edital do 5G que prevê R$ 1,3 bilhão para o lançamento de rede subfluvial e redes metropolitanas na Amazônia.

JCD Jornal Comunidade em Destaque com informação da Agência Câmara de Notícias

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.