Polícia

PCGO prende homem por agressões à esposa e estupro à filha e à enteada

A Delegacia de Polícia (DP) de Bela Vista de Goiás cumpriu nesta sexta-feira (25/2) mandado de prisão preventiva contra investigado pela prática dos crimes de ameaça, injúria e violência psicológica contra sua esposa e estupro de vulnerável de sua filha e enteada, todos no contexto da violência doméstica e familiar contra a mulher. O autor tem 37 anos de idade e acabou preso após a Operação Pecados Sombrios.

No dia 18 deste mês, o investigado teria recorrido às redes sociais e imprensa para divulgar o desaparecimento de seus três filhos, todavia não procurou os órgãos de proteção à criança e nem a Polícia Civil para comunicar tal fato. No dia 22 de fevereiro, a autoridade policial da cidade de Bela Vista de Goiás tomou conhecimentos dos fatos, através do Conselho Tutelar. Através de diligências e investigações policias, localizou as crianças; apurou-se então que a esposa do investigado vinha sofrendo ameaças, violências psicológicas e verbais por parte do agressor, o que fez com que ela resolvesse abandonar seu lar e saiu de casa, com a roupa do corpo e seus três filhos menores, todos filhos do investigado, vindo a procurar abrigo na cidade de Caldas Novas.

Ato contínuo, a filha mais velha da esposa do investigado, enteada deste, em entrevista com a autoridade policial através de uma chamada de vídeo, revelou com detalhes que foi violentada sexualmente pelo indiciado por vários anos e que vinha acontecendo o mesmo com sua irmã mais nova, filha do investigado, de apenas 8 anos de idade. As vítimas foram ouvidas na Delegacia de Polícia de Caldas Novas e em oitiva a esposa narrou que ele teria a ameaçado, dizendo que ceifaria sua vida, bem como a injuriado. A filha de 8 anos narrou que o investigado a teria estuprado por cinco vezes e ainda a ameaçado, dizendo que “mataria toda a família se ela contasse algo”. A criança ainda narrou que em virtude da prática do ato sexual repugnante, teria defecado, diante da horrenda dor que havia experimentado. Este fato ocorreu no mês de dezembro do ano passado.

A criança foi encaminhada para exame de corpo de delito, onde foi constatada a violência sexual. Na delegacia de Caldas novas, a enteada do investigado, hoje com 19 anos de idade, narrou que sofreu diversos estupros perpetrados por ele durante 13 anos, dos 5 aos 18 anos de idade, quando teria sido vítima por incontáveis vezes de violência sexual, sendo que a prática dos delitos eram sempre acompanhados de violência física, com agressões como socos, chutes e uso de armas brancas, ao ponto de sofrer lesões pelo corpo; ela também era alvo continuamente de ameaças, quando o investigado dizia que a mataria se narrasse os fatos a alguém. A situação a fez fugir de sua residência e se refugiar na cidade de Caldas Novas.

Diante de todo o contexto apresentado, o delegado responsável instaurou inquérito policial, bem como de imediato representou pela decretação da prisão preventiva do investigado, que de forma célere foi decretada pelo Poder Judiciário. O homem foi preso, interrogado encaminhado ao presídio.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *