Aparecida de Goiânia

Saúde alerta que 80% dos focos do Aedes aegypti estão nas residências

Com o Brasil em pleno surto da doença desde o início deste ano, as ações de combate em Aparecida são intensificadas semanalmente e os profissionais alertam a população para que faça a sua parte impedindo criadouros do Aedes aegypti nas casas e estabelecimentos comerciais

Em Aparecida, a Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza o combate ao mosquito Aedes aegypti, trasmissor da dengue, do zika vírus e da chikungnya, o ano inteiro com atividades que vão desde ações educativas com foco na prevenção até visitas domiciliares, bloqueios e recolhimento de pneus, dentre outras. Agora, com o País registrando um aumento, desde o início deste ano, de 113% dos casos notificados da dengue, segundo dados do Ministério da Saúde (MS), as ações são intensificadas semanalmente e os profissionais alertam a população para que faça a sua parte impedindo o surgimento de criadouros do Aedes aegypti.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da SMS, nesses cinco meses de 2022 já foram notificados mais de 4 mil casos da dengue na cidade, o que representa mais da metade dos 8.470 registrados em todo o ano passado. Levantamentos da pasta ainda apontam que cerca de 80% dos criadouros estão nas residências.

Combate massivo permanente

O coordenador ainda informa que nesta semana as equipes da Vigilância com 106 agentes de endemias realizaram visitas domiciliares e bloqueios simultaneamente em 30 setores, dentre eles Tiradentes, Buriti Sereno I,II,III e IV, Boa Esperança II, Goiânia Park Sul I e Parques São Jorge, Trindade II e Trindade III. Os trabalhadores também recolheram mais de 2 mil pneus por dia, visitaram empresas e o carro de “fumacê” voltou a circular pela cidade depois de estar suspenso em todo o Estado de Goiás desde 2015.

“Só no Buriti Sereno nossas equipes visitaram mais de 12 mil imóveis. Intensificamos ainda mais as ações, inclusive com o fumacê, naquele bairro e em outros que têm mais casos notificados na cidade. Até agora, em 2022, de todas as notificações, 57% são em mulheres e 48% em homens. Os 4 bairros com maior número de casos são o Buriti Sereno I (533), o Jardim Tiradentes (281), o Garavelo I (267) e o Madre Germana (235). Focamos nos locais com mais notificações, mas não descuidamos de nenhum setor, atuamos em toda Aparecida sem parar”, reforça o coordenador.

JCD Jornal Comunidade em Destaque com informação da DECOM Prefeitura de Aparecida de Goiânia.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.