Destaque

Governo de Goiás investe R$ 1,8 milhão para reforçar segurança na Administração Penitenciária

Viaturas que forma entregues a segurança pública

O governador Ronaldo Caiado investiu mais R$ 1,8 milhão na Segurança Pública do Estado ao entregar 41 viaturas à Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) na manhã desta quarta-feira (03/4), na Praça Cívica, em Goiânia. Os veículos serão utilizados no transporte de presos. Caiado ressaltou que, em 90 dias de governo, foi registrada queda em todos os crimes contra a vida. Para o governante, o resultado é fruto da valorização do policial, do investimento em viaturas e equipamentos e no serviço de inteligência.

Os números da DGAP, especificamente, são igualmente positivos. Em três meses, os agentes penitenciários já evitaram a entrada de quase 400 quilos de drogas no Sistema Penitenciário Goiano. Por meio de revista, também apreenderam 1.303 objetos não-permitidos no interior dos presídios, além de evitar 13 tentativas de fuga.

Governador Ronaldo Caiado ao lado dos policias e das autoridades

Ronaldo Caiado agradeceu aos policias pelo empenho no combate à criminalidade, em especial aos agentes penitenciários. “Essas viaturas darão a vocês mais mobilidade e condições de trabalho. Mais celeridade. Podem ter certeza que irei trabalhar com o nosso desembargador para fazermos mais videoconferências, diminuir despesas, manter os presos nos presídios e, ao mesmo tempo, poupar o deslocamento dos agentes que são obrigados a levar os presos para as audiências”, vislumbrou.

O governador criticou o fato de a Constituição Brasileira definir um percentual específico de investimentos para a Saúde e a Educação, mas não garantir nada para a Segurança Pública. Quando senador, Caiado foi autor do projeto que visa destinar parte da arrecadação do dinheiro das lotéricas para a Segurança Pública. “Com isso, nós podemos criar a mesma situação da Educação e da Saúde, e garantir um repasse fundo a fundo para que o secretário não fique naquela situação de dificuldade, sem recursos para obras, para o serviço administrativo”, assinalou.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, também enalteceu o trabalho dos agentes e destacou a economia já conquistada nestes primeiros meses. Sobre a gestão responsável dos recursos públicos, salientou que só com a alimentação de presos serão economizados R$ 5,7 milhões este ano; com o fornecimento de combustível outros R$ 930 mil; na monitoração eletrônica, R$ 541 mil, e publicações, quase R$ 150 mil. “Isso é o que estava sendo gasto indevidamente e que nós cortamos”, denunciou.

Para o diretor-geral da DGAP, coronel Urzêda, “o servidor é a principal parte do Sistema Penitenciário. Sem servidor não há serviço e os nossos são os melhores do País”. Urzêda agradeceu ao governador a valorização das forças de segurança no Estado e disse que tem cumprido a missão de fazer mais com menos. “No Entorno, por exemplo, fizemos uma economia de R$ 400 mil com a revisão do contrato de alimentação”, contou.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *