Política

Qualidade dos colégios militares deve ser a regra, não a exceção, afirma Daniel Vilela

WhatsApp Image 2018-08-10 at 17.44.06

Daniel Vilela em entrevista

Candidato a governador afirma que colégios fora do regime militar precisam receber a mesma atenção e investimentos. Daniel defende também escolas com foco na formação esportiva.

O candidato ao governo pela Coligação #NovasIdeias, #NovoGoiás (MDB, PP, PRB e PHS), Daniel Vilela, afirma que a qualidade dos colégios militares precisa ser regra na rede estadual de educação, e não a exceção, como acontece hoje. “É preciso levar essa qualidade do colégio militar para todas as escolas”, disse Daniel durante sabatina concedida ao jornal O Hoje, quando questionado sobre sua visão a respeito desse modelo de escola pública.

“Eu defendo os colégios militares. Acho que está dando certo, está transferindo conhecimento e disciplina para esses jovens num momento em que isso está em falta”, completa. O emedebista propõe a criação de outras instituições de ensino temáticas e que tenham como pilares a qualidade e a disciplina. Para o candidato, o governo não pode continuar apostando em ilhas de excelência do ensino, investindo somente nas escolas militares, em meio a um oceano de unidades em situação precária, como acontece hoje em Goiás.

“Os colégios militares precisam ser mantidos e vamos criar outros modelos de colégios com essa mesma qualidade como, por exemplo, escolas com foco no esporte. A regra tem que ser a qualidade. Não podemos ter só escolas militares de qualidade no nosso Estado, precisamos contar com uma rede ampla de alto nível para melhorar a qualidade do ensino”. Daniel costuma destacar a importância do esporte na formação do indivíduo. Jogador de futebol na juventude, ele diz que o esporte foi decisivo para sua conduta disciplinada.

Daniel afirmou que, na área da educação, a prioridade a partir de 2019 será a recuperação estrutural das instituições de ensino. “Hoje a situação da educação em Goiás é tão crítica que temos que arrumar primeiro a estrutura das escolas, que estão caindo aos pedaços e não motivam nem alunos e nem professores”, afirmou, acrescentando que uma estrutura acolhedora é fundamental para o desempenho de alunos e professores.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *