Estado

Governador de Goiás visita hospitais e busca solução para garantir atendimento

C

Já no primeiro dia o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), visitou os hospitais Materno-Infantil (HMI) e de Urgências de Goiânia (Hugo). Em caráter de urgência, a visita ocorreu por volta das 22 horas desta terça-feira, 1º, após assumir o governador assumir o cargo e prestigiar a posse o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Acompanhado do vice-governador Lincoln Tejota (PROS), do secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, e do deputado federal eleito Dr. Zacharias Calil (Democratas), Caiado foi conferir a situação de duas das mais importantes unidades de Saúde do Estado, que têm enfrentado graves problemas administrativos e financeiros.

Na última semana, a organização social que administra o Materno-Infantil chegou a fechar as portas da unidade por falta de insumos básicos e medicamentos, após consecutivos atrasos nos repasses por parte da última gestão.

“A situação é preocupante. Viemos porque o colega Zacharias Calil me informou que o diretor do Materno-Infantil o comunicou que não havia mais como suportar o hospital aberto a partir de amanhã pela falta do básico. O único de referência na área em Goiás, já com incapacidade de absorver novos pacientes, cirurgias canceladas e filas enormes. É um quadro caótico, assistimos vidas de crianças que estão correndo alto risco”, revelou.

Para resolver o impasse, Caiado e Ismael Alexandrino marcaram uma reunião já para esta quarta-feira, 2, quando discutirão com a OS e fornecedores alternativas para que o atendimento não seja paralisado.

Para resolver o impasse, Caiado e Ismael Alexandrino marcaram uma reunião já para esta quarta-feira, 2, quando discutirão com a OS e fornecedores alternativas para que o atendimento não seja paralisado.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *