Destaque

Ao lançar UEG em Rede, José Eliton diz que “é dever do Estado dar a todos o acesso à formação superior”

José Eliton - UEG na Rede - Anápolis - Foto Wildes Barbosa 01

José Eliton – UEG na Rede – Anápolis – Foto Wildes Barbosa

O governador José Eliton lançou na tarde desta quinta-feira (14/06), no Centro de Convenções de Anápolis, o UEG em Rede, programa que tem por objetivo oferecer cursos de EaD (Ensino a Distância) em todos os municípios goianos, “visando universalizar a educação superior pública, gratuita e de qualidade”, como apresenta na justificativa.

“É dever do Estado dar a todos o acesso à formação superior”, disse o governador, para quem cabe ao governo “fazer justiça  com milhares de jovens que não têm onde fazer um curso superior”. Lembrou que em São Paulo, de onde veio a inspiração para o programa, mais de 400 mil alunos são beneficiados e que “em Goiás esse desafio será atingido”. Lembrou ainda que a UEG em Rede é praticamente uma nova universidade que está sendo erguida em Goiás, proporcionando acesso à escolarização superior a quem ainda não teve condições de freqüentar uma universidade em espaço físico. Para ele, fazer isso nesse curto espaço de praticamente dois meses de governo é muito gratificante.

“Vamos começar com cerca de 11 mil alunos atendidos para chegarmos, em 2022, a 45 mil vagas. Vamos dar oportunidade a quem mais precisa. Quem tem dinheiro sai de longe e faz curso superior, quem não tem fica condenado à falta de oportunidade na vida”, acentuou.

 Haroldo Reimer, reitor da Universidade Estadual de Goiás, declarou que o “programa é a concepção visionária do governador José Eliton, trazida a partir do intercâmbio de boas práticas com o governo de São Paulo”. Ele lembrou que as três grandes universidades paulistas – USP, Unicamp e Unesp – criaram a Universidade Virtual de São Paulo e que Goiás está em processo de estabelecer, na prática, essa parceria, agregando valor àquilo que já está sendo feito em parceria com a Universidade Aberta do Brasil.

“O programa UEG em Rede é uma porta aberta de possibilidades aos municípios. O governo, além dos recursos repassados à UEG, aportará recursos extraordinários para o programa, contando também com a ajuda dos prefeitos na concessão de salas, tutores, bibliotecas etc”,  salientou.

Reimer declarou ainda que o governador José Eliton dá continuidade ao que foi colocado no início da UEG, que é a criação de uma universidade pública, gratuita e de qualidade e que será sempre instrumento de acesso ao ensino e de transformação de sonhos em realidade.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, comemorou as conquistas do chamado Tempo Novo, instituído em Goiás a partir da primeira eleição do ex-governador, Marconi Perillo. Para ele, “o novo sistema de governo transformou Anápolis, deu vida e valorizou as nossas pessoas”.

Ao referir-se ao governador José Eliton, disse que ele representa hoje “o novo Tempo Novo”. Ele considera que “fundar a UEG foi importante, abrir polos nos quatro cantos do Estado, também foi importante. Só que o Novo Tempo Novo levará educação para dentro das casas. O Novo Tempo Novo aproveita tudo o que já foi feito e continua a colocar as pessoas em primeiro lugar”.

Participaram da solenidade, entre outros, os diretores de câmpus da universidade, alunos, docentes, dezenas de prefeitos, representantes de Secretarias Municipais de Educação, diretores de escolas, secretários e outros auxiliares do Governo do Estado.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *