Estado

Cavalgada marca comemorações dos 130 anos de Cora Coralina

A saída será antes do nascer do sol, deste sábado, dia 17. A partir de São Francisco de Goiás os cavaleiros irão percorrer 150 quilômetros até a cidade de Goiás.

Pelo menos 40 cavaleiros participam, a partir deste sábado, dia 17, da Cavalgada do Caminho de Cora Coralina, em homenagem à poetisa goiana, que faria 130 anos em 20 de agosto de 2019. Antes mesmo do nascer do sol, às 4 horas, eles partem da sede da Associação Caminho de Cora Coralina, em São Francisco de Goiás, e percorrem os 150 quilômetros até a antiga Vila Boa. A chegada está prevista para terça-feira, dia 20.

Lembrando a época dos tropeiros, os participantes serão recebidos pelos fazendeiros da região, que vão oferecer as refeições e pousos durante o trajeto de quatro dias pelo Cerrado goiano. As paradas estão programadas em Jaraguá, Itaguari, Itaberaí, Calcilândia e Ouro Fino. Antes de chegar à cidade de Goiás, no dia 20, terça-feira, está programada uma concentração na fazenda onde está a cruz de Chico Mineiro. No local, violeiros liderados pelo músico goiano Almir Pessoa, vão homenagear o peão com a música da dupla Tonico e Tinoco. Eles ainda participam de solenidade nas ruínas do Arraial de Ouro Fino e seguem para o almoço no antigo Arraial do Ferreiro, com a participação do presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral. A Cavalgada segue até o Museu de Cora Coralina, na cidade de Goiás.

O organizador da Cavalgada, o historiador José Roberto de Souza, diz que a ação surgiu da vontade dos cavaleiros da região de homenagear a poetisa, seguindo as tradições. Além disso, eles querem fazer do evento um marco para o Caminho de Cora, que também pode ser feito a pé ou de bicicleta.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *