Estado

Governador de Goiás conhece metodologia APAC

Jornal Comunidade em Destaque.A metodologia conhecida como Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) foi apresentada ao governador Ronaldo Caiado nesta quarta-feira, dia 10, como alternativa para minimizar custos e promover melhorias no sistema carcerário. Sem perder de vista a finalidade punitiva da pena, o modelo objetiva reinserir socialmente os condenados por meio do trabalho, profissionalização e educação. Uma parceria entre o Ministério Público e o Governo do Estado está viabilizando mecanismos para implantação da metodologia em Goiás.

Conforme destacou Caiado, o Governo de Goiás tem todo interesse em desenvolver parcerias com o Ministério Público e classificou a metodologia como um “processo alternativo” que não substitui o sistema prisional, mas que hoje é referência em todo o País. “Acredito que será nossa alternativa. Nós temos que avançar nisso. Precisa de um cuidado especial para que [o sistema] não se deteriore, como vemos hoje dentro das penitenciárias”, ressaltou

O Entorno do Distrito Federal, região onde são detectados os maiores índices de violência e criminalidade no Estado, é defendido pelo governador como lugar prioritário para a expansão da metodologia. Já existe uma APAC na cidade de Águas Lindas e outra está em processo de implantação na cidade de Paraúna. As duas APACs são resultado de parcerias com os governos municipais.

Nas APACs, os reeducandos atendidos têm acesso a atividades das 6 às 22 horas e são, juntamente com voluntários da comunidade local, os responsáveis pela manutenção da instituição. O modelo não inclui agentes de segurança. Todo o trabalho é realizado por monitores. Para os procuradores há um ganho real para o recuperando e para a sociedade como um todo, que acaba sendo servida pelos serviços que eles realizam ali.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *