Estado

Governo de Goiás e MPT inauguram cozinha-escola

Celida, Millena e Aline são mulheres negras e as primeiras alunas da  cozinha-escola inaugurada na última quarta-feira, dia 11, pelo Governo de Goiás, por meio da Goiás Turismo, em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT). Elas integram a turma do curso de auxiliar de cozinha do projeto Mais Um Sem Dor

A cozinha industrial com mais de 50 metros quadrados foi instalada em frente à Casa do Turismo, no Centro de Goiânia. “Nesse primeiro curso, são 15 mulheres negras ou vítimas de violência doméstica. Aqui elas vão aprender a prática da alta gastronomia e, em paralelo com o curso, nós vamos entrando em contato com as empresas para tentar inserir essas pessoas no mercado de trabalho”, destacou o Presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral. Ele anunciou que o Cozinha-Escola fará parte do projeto de Gastronomia da autarquia. “Queremos levar para o Estado todo. Em junho, já vamos iniciar a ação em Cavalcante. A cidade de Goiás será contemplada no segundo semestre”, informou.

O projeto tem por objetivo oferecer formação e novas oportunidades a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Segundo o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho, Tiago Ranieri, inicialmente a cozinha-escola ficará fixa em frente à Casa do Turismo. “Mas outros municípios podem trazer alunos para aprenderem aqui. Além disso, outras cozinha-escolas serão instaladas em diferentes regiões do Estado para fortalecer a rota gastronômica”, afirmou. 

A cozinha-escola móvel tem a infraestrutura  de uma cozinha industrial. Conta com bancada, freezer, forno, coifa e fogão. Na decoração o espaço ganhou um painel do artista de rua goiano Homero. Coordenador do curso e chef de cozinha, Marcos Soares contou que a primeira turma começa já na próxima segunda-feira, dia 16. “Aqui elas vão ter a vivência prática da cozinha de um restaurante e vão aprender a preparar musseline, purê perfeito, molhos, legumes”, destacou. 

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *