Destaque

Moradores de Cezarina denunciam descaso da prefeitura com o município

Situação de Calamidade Pública no município

Segundo moradores do município de Cezarina a cidade está largada as “traças”. Em dois anos de mandado, o prefeito, Artur Franco de Almeida Filho, vem em total decadência. Funcionários estão com seus salários atrasados, na saúde falta medicamentos, e a limpeza nos leitos dos rios  e grotas  está em falta, o que vem gerando diversos alagamentos com as chuvas dos últimos dias.

Recebimento da parcela do Programa Goiás na Frente.

Em parceria com o ex-governo de Goiás, o município recebeu 2 parcelas no valor de  R$ 200.000,00 reais cada uma, referente a convênio assinado por meio do programa Goiás na Frente para a realização da pavimentação e recapeamento asfáltico. Mas o prefeito preferiu fazer um “asfalto sonrisal”, em vez de fazer um de qualidade,e com as chuvas segundo os moradores o asfalto está cedendo no meio das enxurradas .

Tentando contornar a situação, a prefeitura está procurando uma maneira de colocar as dívidas em dias. Mas, o que mais intriga a população, é que estão buscando um empréstimo de R$ 12 milhões junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). O que todos sabem é que a cidade está um caos, salários atrasados, falta de medicamentos na saúde, limpeza por fazer. Todos estão se questionando como a prefeitura conseguirá pagar o empréstimo, se não consegue realizar o pagamento das coisas mais básicas do município? A pergunta fica no ar…

No último fim de semana a forte chuva alagou diversas casas, deixando as pessoas assustadas. Ainda de acordo com moradores da cidade, isso acontece porque não acontece as devidas limpezas nos leitos dos córregos. O que faz com que a chuva passe por cima das ruas invadindo as casas. Além disso, as ruas ficam completamente destruídas.

Atenção prefeitura municipal de cezarina, a população está apenas reivindicando seus direitos:

Confira nos videos os moradores cobrando nas redes sociais posição do poder público:

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *