Política

Na Comissão de Meio Ambiente, José Mário defende o uso do glifosato na agricultura


Estudos sobre os efeitos do glifosato realizados no Canadá, Estados Unidos e Europa afirmam que o produto não causa câncer

O uso do glifosato para controle de pragas e doenças nas lavouras no Brasil é importante para dar mais segurança e eficiência à produção brasileira. A afirmação é do deputado federal José Mário Schreiner (DEM), ao participar na terça-feira (7), de audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS), da Câmara dos Deputados, que discutiu os resultados da reavaliação toxicológica do herbicida realizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

José Mário aponta que o pesticida alia eficácia e segurança de saúde, qualidades comprovadas internacionalmente. “É um produto que está no mercado há mais de 40 anos e diversos órgãos reguladores do mundo inteiro, que avaliam o risco dos produtos usados na agricultura, afirmam que é seguro. É claro que primamos pelo zelo da saúde humana, pela questão ambiental, pela eficiência agronômica e o glifosato passou por todos estes testes”, defendeu o deputado.

O especialista da Força Tarefa de Reavaliação do Glifosato, Flávio Zambrone, médico toxicologista, afirmou que as tentativas de proibição do uso do glifosato no país são infundadas. “O produto não tem efeitos carcinogênicos ou qualquer outro efeito que contrarie nossa legislação que impeça o seu uso”.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *