Política

Servidoras da Alego protestam contra deputado

Servidoras pedem respeito foto:site 24 horas


As servidoras que trabalham na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), aproveitaram a sessão especial desta sexta-feira, 15, para protestar contra a fala do deputado estadual Amauri Ribeiro (PRP), que disse que, na Assembleia, mulheres bonitas são contratadas para ficar à disposição dos deputados.

Todas as servidoras usaram uma camiseta com a frase “Sou servidora da Alego, me respeite”, as deputadas Lêda Borges (PSDB) e Adriana Acorsi (PT) também aderiam a manifestação.

Após ficar conhecido nacionalmente por ter tomado posse com a mulher no colo e de chapéu, o deputado disse em entrevista para um portal de notícias, na última terça-feira, 12, que não há como fiscalizar o Executivo “sendo que a minha casa, a Assembleia, é uma verdadeira putaria (sic)”.

As declarações feitas em vídeo causaram, desconforto, indignação e constrangimento às deputadas, que juntas de servidoras inconformadas, interpelarão o parlamentar na Justiça. O documento, será assinado por mulheres que formaram um grupo no whatApp para discutir medidas a serem tomadas. O registro ainda está sendo editado.

A interpelação tem objetivo, segundo Lêda, de fazer com que o deputado explique e detalhe suas afirmações, consideradas “vagas” e “generalistas”. Eu e Adriana fomos impulsionadas por boa parte das servidoras da Alego, que tinham se organizado, mas temiam retaliações. Nos reunimos com representantes dos gabinetes e da administração da casa, para que colocássemos em pauta esse assunto”.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *