Nacional

SGPR e TRF4 assinam acordo para manutenção do SEI na Presidência



O sistema, desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em 2009, é uma ferramenta virtual de gestão de documentos e processos. foto Cleverson Oliveira

O sistema, desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em 2009, é uma ferramenta virtual de gestão de documentos e processos. O desembargador Thompson Flores, presidente do TRF4, afirmou que “o SEI tem o espírito da transparência que a sociedade exige nos dias de hoje. Além disso, com seu sistema inovador, já foi possível realizar uma economia de R$3 bilhões de reais de maneira indireta”.

O objetivo do SEI é modernizar e gerenciar processos e documentos de maneira virtual e em tempo real, reduzindo, assim, a tramitação em meio físico e visando à eficiência administrativa. O que se alcança com o uso desta ferramenta é agilidade, produtividade, transparência, satisfação do público usuário e redução de custos. Atualmente, a ferramenta já está implementada em 88 órgãos federais.

O Ministro-Chefe da SGPR, Floriano Peixoto, reforçou que “a manutenção do sistema SEI vai ao encontro daquilo que o presidente Jair Bolsonaro propôs em seu plano de governo, que é a modernização, a simplificação do Estado e da Administração”.

O SEI proporciona: portabilidade, acesso remoto, acesso de usuários externos, controle de nível de acesso, tramitação em múltiplas unidades, controle de prazos e sistema intuitivo.

Desde que foi colocado em uso na Presidência da República, em 22 de agosto de 2016, até a presente data, o Sistema contabiliza a tramitação de 150 mil processos e 1,93 milhões de documentos. Atualmente, o SEI-PR tem 2.228 usuários.

Estiveram presentes também o secretário-executivo da Casa Civil, José Vicente Santini, o secretário Especial de Assuntos Estratégicos, Maynard Santa Rosa, além de outros integrantes da Secretaria-Geral, da Casa Civil e do TRF-4.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *