Ultimas Notícias

PC prende em Goiânia 13 integrantes de quadrilha especializada em roubo e furto de joias

Ação também apreendeu carros, motos, computadores e drogas. Latrocínio contra filho de policial civil deu início às investigações.

 

 

 

 

 

Ketllyn Fernandes

Às 5h desta quarta-feira (22/5) a Polícia Civil desencadeou em Goiânia a Operação Gabriel, cujo objetivo foi prender uma quadrilha especializada em assaltos a pessoas, residências e estabelecimentos. Dos 19 mandados de prisão expedidos, 13 foram cumpridos, sendo dez contra homens e três contra mulheres. Um menor aliciado por eles também foi apreendido.

O grupo, especializado em roubo a joias, tem atuado desde o início do ano na capital e segundo a delegada Adriana Barros Ribeiro, titular da Delegacia de Investigações Criminais (Deic), começou a ser investigado junto às apurações do latrocínio sofrido pelo estudante de engenharia Gabriel Coelho Chagas, de 21 anos, filho do policial civil Éder Henrique Chagas. Pai e filho foram abordados por um indivíduo que ao assaltá-los matou Gabriel e atingiu Éder na região torácica. O crime ocorreu em 27 de fevereiro último e em março o suspeito de ser o autor dos disparo foi preso.

Conforme o delegado Gilson Mariano, comandante da operação, no cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão foram lavrados dois flagrantes por tráfico de drogas. Dois dos 13 presos estavam com cerca de 1 quilo e 200 gramas de maconha.

“Apreendemos também nove carros, 12 motos, munições de vários calibres, computadores, aparelhos celular e muitas joias”, relata o delegado. Entre os veículos apreendidos estão duas Toyota Hilux, um Hyundai Veloster, uma Chevrolet S10, um Camaro Amarelo,12 motocicletas e um Jet Ski. Segundo o delegado, entre as características do bando estão a ostentação dos produtos dos roubos e as abordagens violentas. “Todos têm passagens”, pontuou Gilson.

Participam da Operação Gabriel 60 policiais civil e dez delegados oriundos da Deic, da Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) e da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DERFRVA).

Os presos vão responder de formação de quadrilha, roubo qualificado e tráfico de drogas.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *