Nacional

PIB do Brasil cresce 0,6% no último trimestre

O produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no País, cresceu 0,6% no terceiro trimestre de 2019 em relação ao segundo trimestre do mesmo ano, na série com ajuste sazonal. O presidente da República, Jair Bolsonaro, declarou, em suas redes sociais, que o crescimento do PIB, somado à menor taxa de juros da história (5%), ao crescimento do investimento (2,9%/ano) e a outros números positivos da indústria, comércio e turismo, representa “a certeza de que estamos no caminho certo”.

Em relação a igual período de 2018, o crescimento foi de 1,2%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (3), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BGE). 

Dados

No acumulado em quatro trimestres terminados no terceiro trimestre de 2019, o crescimento é de 1,0%, na comparação com mesmo período anterior. 

Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 1,842 trilhão no terceiro trimestre de 2019, sendo R$ 1,582 trilhão referentes ao Valor Adicionado e R$ 259,7 bilhões aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios. As informações completas sobre as Contas Trimestrais podem ser acessadas no site do IBGE.

A maior alta foi da Agropecuária com crescimento de 1,3%, seguida pela Indústria (0,8%) e pelos Serviços (0,4%). De acordo com o IBGE, o crescimento da indústria foi provocado pela expansão de 12% no setor extrativo, com destaque para o bom desempenho da extração de petróleo, e de 1,3% na construção.

Nos serviços, as grandes contribuições ficaram por conta dos resultados positivos das atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,2%), do comércio (1,1%), da informação e comunicação (1,1%), das atividades imobiliárias (0,3%) e das outras atividades de serviços (0,1%). 

As exportações de bens e serviços caíram 2,8%, mas as importações de bens e serviços cresceram 2,9% se comparado ao segundo trimestre de 2019.

0 Compart.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *